Warning: Undefined variable $default_menu_align in /home/storage/5/e6/b6/agrothings/public_html/wp-content/themes/empowerwp-pro/pro/inc/header-options/navigation-options/nav-bar.php on line 1349

Agricultura de Precisão sem Dados não é ciência, é opinião.

A Agricultura digital não é futuro, é uma realidade, e para que o campo possa aproveitar dos benefícios da digitalização, a coleta e a integração dos dados é chave para o sucesso.

De onde vem os dados que são utilizados na agricultura?

Com a modernização das máquinas agrícolas no Brasil, estes sistemas digitais avançados geram dados de suas atividades em operação, como: plantio, pulverização e colheitas – e possibilitam aos produtores uma maior visibilidade das atividades em campo, auxiliando na orientação de decisões, visando um maior e melhor eficiência da produção.

Também uma nova onda de aprimoramento de fontes de dados do campo, como pluviômetros, sensores de solo analógicos e estações meteorológicas digitais, tensiometros, sensores em pivôs de irrigação e casas de captação de bombas de água, viabilizam a fazenda digital e tornam o total gerenciamento do campo uma realidade para o produtor.

Como esses dados podem chegar ao produtor a tempo de serem utilizados?

A transmissão de dados nas grandes áreas rurais é um dos principais desafios do agronegócio pela falta de redes de conectividade. Para que várias informações coletadas no campo sejam úteis, o recebimento dessas informações necessita ser em tempo real, para permitir a correção de possíveis erros durante a realização das atividades, reduzindo prejuízos causados por erros operacionais durante a execução do serviço no campo. Dessa forma, o produtor deve ter uma rede eficiente de conectividade em sua propriedade, de longo alcance, que assegure a qualidade e eficiência na transmissão desses dados, sem que haja a perda das informações ou o atraso na transmissão.

Para a eficiência de alcance da rede de comunicação é imprescindível a capacidade de penetrar nas grandes áreas de plantio, possibilitando a gestão remota do campo.

Que importância tem essa leitura de dados das máquinas e sensores em tempo real?

Gerenciar sua janela de produção remotamente, para acompanhamento de um planejamento de safra, possibilita uma tomada de decisão antecipada e mais certeira, antes de disparar aumento de custos, prejuízos operacionais e/ou execução fora do parâmetro ideal para a atividade em execução pelo operador.

Além do gerenciamento remoto com correção de erros, gerenciar os custos de insumos por área/talhão, permitirá o produtor uma visibilidade de consumo mais assertivo.

Já há o uso de inteligência artificial no campo?

Atualmente, com a coleta de informações de campo que permitem localizar e identificar as pragas nas plantações, a inteligência artificial (IA) tem sido usada para indicar qual a quantidade de pesticida deverá ser aplicada para combatê-la. Para que os sistemas possam fazer esses cálculos, os dados fornecidos por vários equipamentos devem ser integrados para que realmente haja a inteligência de informações.

Resumindo …

A transformação digital já é possível na agricultura brasileira, e trazer todos os benéficos que a tecnologia oferece, atualmente mais presente nas cidades e indústrias, é ainda mais importante para o controle da produção e aumento da produtividade. E assim vamos todos caminhado na direção da fazenda conectada!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.